Você deveria falar com a polícia?

Um policial ligou ou deixou uma intimação na sua porta pedindo que você comparecesse na delegacia para relatar sobre um incidente? Ou você foi conduzido à delegacia e não lhe disseram que vai ser preso? Na delegacia, o delegado parece razoável e sincero. A pergunta inevitável para mim é “devo falar com eles?” Minha resposta quase sempre é um retumbante “Não”. Deixe-me explicar por quê.

A polícia quer falar com você porque tem provas que indicam que você cometeu um crime. Não importa o quão inocente você seja, provavelmente não vai se convencer de ser preso. Mesmo em caso de dúvida, a polícia costuma exibir uma mentalidade de “prender agora e resolver mais tarde”. Isso explica por que algumas pessoas que são presas posteriormente têm seus casos perdidos.

Como você ouviu repetidamente, você tem o direito constitucional de permanecer em silêncio. Não tenha medo de exercer seus direitos. Em quase todas as circunstâncias, conversar com a polícia não só não impedirá sua prisão, mas agravará seu caso. Eu não posso te dizer quantas vezes eu representei pessoas que tornaram o meu trabalho muito mais difícil porque elas ingenuamente pensaram que simplesmente iriam explicar o que realmente aconteceu e, então, estariam livres para sair. Em vez disso, elas foram presas no final do interrogatório e, pior ainda, reforçaram inadvertidamente o argumento do Estado contra elas no processo.

Aqui está um pequeno segredo sobre o que esperar se você conversar com a polícia: eles podem mentir para você sobre as testemunhas, as evidências e qualquer outra coisa em que pensem para fazer com que você seja distorcido e dizer coisas que você nunca quis dizer e isso simplesmente não é verdade. E isso é tudo legal, pois, afinal de contas, não existe o direito da ampla defesa e do contraditório na fase do inquérito policial, mas o modo como você responde e o que você diz em sua conversa com a polícia pode e será usado contra você no processo criminal.

E deixe-me tirar qualquer noção de que você vai parecer culpado se você se recusar a falar com os policiais e, em vez disso, pedir para falar com um advogado. Isso é simplesmente falso. Na verdade, em vez de parecer culpado, você parecerá inteligente e preparado.

Policiais são altamente treinados em várias técnicas de entrevistas que são projetadas para levantar confissões. Essas técnicas envolvem engano, falsas promessas, força física, ameaças, privação do sono, privação do banheiro, fome, medo da prisão, medo da Justiça levar seus filhos e outras formas de coerção psicológica.

Essas técnicas são tão eficazes que muitas vezes fazem com que pessoas inocentes confessem crimes que não cometeram apenas para fazer com que o interrogatório pare. Após a identificação equivocada, a confissão falsa é talvez a segunda razão para condenações injustas no Brasil.

Felizmente, neste país, você tem o direito constitucional de permanecer em silêncio, por força do inciso LXIII do artigo 5º da Constituição Federal. E sua recusa em falar com a polícia não pode ser usada contra você em um caso criminal.

Então, se a polícia quiser falar com você sobre um assunto criminal, exerça seus direitos constitucionais. Nunca fale com policiais que estão investigando você além de avisá-los que você quer falar com um advogado. Depois de fazer isso, a polícia é obrigada por lei a interromper qualquer tentativa de interrogá-lo até que tenha a oportunidade de falar com seu advogado.

Se você ou um ente querido foi convidado a falar com a polícia, você deve contatar imediatamente um advogado criminalista que pode aconselhá-lo adequadamente sobre a melhor forma de proceder. Em muitos casos, seu advogado pode determinar se um mandado foi emitido para sua prisão, para que você possa voluntariamente se render à custódia. Fazer isso pode poupá-lo do constrangimento de uma prisão surpresa no trabalho ou em público, e muitas vezes você pode ser libertado imediatamente sem passar a noite, ou mais, na cadeia.

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.